No último dia 09, na Guatemala, durante o XIII ELAT - Encuentro Latino Americano de Advogados Laboralistas, em que a ABRAT se faz presente por seu presidente Roberto Parahyba, Vice-Presidente Alessandra Camarano, e pelos Diretores Daniela Muradas e Luis Carlos Moro, foi eleita a nova diretoria da ALAL com mandato de dois anos. 

No último dia 09, na Guatemala, durante o XIII ELAT - Encuentro Latino Americano de Advogados Laboralistas, em que a ABRAT se faz presente por seu presidente Roberto Parahyba, Vice-Presidente Alessandra Camarano, e pelos Diretores Daniela Muradas e Luis Carlos Moro, foi eleita a nova diretoria da ALAL com mandato de dois anos. 

 

Daniela Muradas, compõe a nova diretoria, como vice-presidente e foi eleita por aclamação. "A ALAL será comandada por uma (excelente) dupla feminina, vez que a Presidente é a Luisa Gomes, da Colombia. Ademais, deliberou-se que o ELAT de 2018 será realizado no Brasil, conjuntamente com o CONAT, ou seja, em Santos - SP, de 11 a 13 de outubro de 2018" ressaltou Roberto. 

A proposta da ABRAT de sediar o próximo ELAT foi aprovada por unanimidade, vale dizer, pelos demais países da América Latina.

"Trata-se de um significativo avanço de participação da mulher nos espaços político-institucionais da advocacia trabalhista e da defesa dos direitos humanos da classe trabalhadora. Permite-nos ainda pensar, desde o princípio universal de proteção, as singularidades da América Latina,   vertidas de nossas raízes culturais marcadas por variadas vulnerabilidades que  se interseccionam", afirmou Daniela Muradas