Durante o V Encontro Nacional de Direito Sindical, em Salvador, representantes da ABRAT visitaram o Memorial do Trabalho, espaço histórico localizado na sede da Procuradoria Regional do Trabalho na capital baiana.

Durante o V Encontro Nacional de Direito Sindical, em Salvador, representantes da ABRAT visitaram o Memorial do Trabalho, espaço histórico localizado na sede da Procuradoria Regional do Trabalho na capital baiana.

Eles puderam conferir as fotos da exposição Retrato Escravo, um conjunto de fotografias dos artistas João Roberto Ripper e Sérgio Carvalho, este também Auditor Fiscal do Trabalho. 

As imagens reproduzem o cotidiano de homens, mulheres e crianças explorados e mantidos em condições análogas à escravidão. Membro da Comissão de Combate ao Trabalho Escravo da ABRAT, Luiz Camargo, acredita que o apoio da Associação à iniciativas como esta reafirma o compromisso com a erradicação “dessa chaga vergonhosa” ainda existente em nosso país. Para ele, a presença da ABRAT na exposição reafirma a defesa incondicional ao Direito Social e ao Estado Democrático de Direito.