O Espaço do Trabalhador em Hamatsu tem a função de prestar informações sobre dúvidas da legislação trabalhista japonesa e oportunidades de trabalho no Brasil.
O Espaço do Trabalhador em Hamatsu tem a função de prestar informações sobre dúvidas da legislação trabalhista japonesa e oportunidades de trabalho no Brasil.
Nesta segunda-feira (17), foi inaugurado o Espaço do Trabalhador Brasileiro no Japão, no Consulado-Geral do Brasil, em Hamamatsu, Japão. O espaço é uma parceria dos Ministérios do Trabalho e Emprego (MTE) e das Relações Exteriores e tem como finalidade apoiar os trabalhadores emigrantes no Japão sobre os direitos laborais do país.

Para o secretário-executivo do MTE, Marcelo Aguiar, “o Espaço do Trabalhador Brasileiro no Japão contribuirá para melhorar as condições de trabalho dos brasileiros no país, mantendo seus vínculos com o Brasil. Também será importante para todos aqueles que desejam voltar ao mercado de trabalho brasileiro, usando toda a qualificação e o potencial de trabalho adquirido no Japão”.

O espaço conta com funcionários capacitados pelo Ministério do Trabalho do Japão sobre a lei trabalhista e pelo MTE sobre as oportunidades de trabalho no Brasil para os que desejam regressar ao país. Os atendimentos são feitos de forma presencial, por telefone ou pela internet.
 
Trabalhadores no Japão - De acordo com dados do Ministério de Relações Exteriores, atualmente cerca de 260 mil brasileiros vivem no Japão. A maior comunidade vive em Hamamatsu, com 30 mil brasileiros. A cidade é um pólo industrial automobilístico e de eletro-eletrônicos, onde a principal mão-de-obra estrangeira é brasileira. Os trabalhadores têm reivindicado a presença do governo brasileiro para orientação com a legislação trabalhista, já que a maioria não domina o idioma japonês e não tinham onde se informar sobre seus diretos. 

 
Assessoria de Comunicação Social MTE